Plástica das pálpebras - Guia completo com Indicações e benefícios

A Plástica das pálpebras  ou Blefaroplastia é um procedimento cirúrgico simples, realizado em pouco mais de uma hora, destinado a reparar a pele em excesso na região próxima aos olhos. 

É indicado tanto por razões estéticas, quanto para corrigir imperfeições que afetam a região das pálpebras e abaixo dos olhos.

Considerada uma cirurgia pouco invasiva, este procedimento não apresenta prejuízos para a região, desde que o pós-operatório seja seguido de forma correta.

Veja neste guia completo sobre a plástica das pálpebras quando essa cirurgia é indicada, os benefícios e cuidados antes e após operar.

Plástica das pálpebras – Quando é indicada?

A Plástica das Pálpebras é procurada por razões estéticas para a eliminação de rugas ou corretivas para solucionar o problema de flacidez das pálpebras.

Esse é um efeito comum de pessoas que já ultrapassaram os 40 anos e podem começar a sentir os sinais do envelhecimento, como a queda das pálpebras superiores, que acaba por provocar cansaço visual ou baixa visão, principalmente após a leitura de textos mais longos. 

Os mesmos problemas podem ocorrer por acúmulo de gordura nas pálpebras inferiores. Por razões estéticas, os jovens também podem recorrer ao procedimento, mas em todos esses casos, a cirurgia deve ser indicada por especialista.

Como é feita a plástica das pálpebras?

A Plástica das Pálpebras é considerada um procedimento pouco invasivo, sendo que o tempo máximo previsto para a permanência na clínica ou hospital e a realização do procedimento é de 12 horas. 

A cirurgia em si, pode demorar de uma a duas horas, começa se realizando uma marcação da área a ser corrigida, acompanhando o natural dos olhos do paciente.

É bem importante que as linhas sejam demarcadas, contribuindo para que as cicatrizes fiquem discretas após a cirurgia.

Depois da remoção da camada de músculo e pele em excesso nas pálpebras, dependendo do grau de intervenção, a alta pode ocorrer entre 3 e 6 horas.

Exames Pré-Operatórios

Exame de sangue

Os exames de sangue solicitados pelo cirurgião antes da Blefaroplastia, exigem jejum de 8 horas e abstinência de álcool e tabaco por pelo menos dois dias, pois são fatores que podem mascarar o resultado. 

Exames como hemograma, glicemia em jejum, dosagem de anticorpos, dosagem de ureia e creatinina no sangue e coagulograma, serão importantes para detectar algum tipo de alergia e a condição geral do paciente.

Exame de urina

Os exames de urina solicitados pelo médico no pré-operatório da plástica das pálpebras visam checar possíveis infecções e alterações dos rins e fígado. São realizados:

Para prevenir infecções, ainda é recomendada uma urocultura. Caso o exame aponte algum risco, o paciente será submetido a tratamento específico para evitar risco de complicações cirúrgicas.

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma (ECG) é um exame rápido e indolor que não exige preparo específico e dura menos de 10 minutos. O exame avalia a atividade elétrica do coração: a velocidade, ritmo (se uniforme ou não), e quantidades de batidas por minuto (BPM), permitindo identificar qualquer tipo de anormalidade.

Os exames pré-operatórios para a plástica das pálpebras devem ser feitos com até 3 meses de antecedência, pois tendem a demonstrar a condição real do paciente no momento da intervenção, visto que havendo um prazo maior podem ocorrer alterações fisiopatológicas no organismo.

O intuito é identificar possíveis riscos durante o procedimento, sendo fundamentais para a segurança e sucesso da operação. Após as análises do cirurgião e do anestesista, o procedimento pode ser autorizado sem maiores riscos.

Outras orientações pré-operatórias

Ao avaliar o paciente, o cirurgião poderá recomendar algum procedimento complementar, como a aplicação de botox ou o lifting. 

Antes do procedimento propriamente dito, outros cuidados, além dos exames laboratoriais, devem ser observados pelo paciente, como.

  • Interromper o uso de ácido acetil salicílico (AAS) por duas semanas antes da cirurgia;
  • Não usar medicamentos para controle de pressão arterial no dia do procedimento;
  • Evitar usar maquiagem e fazer cuidadosa limpeza da pele já no dia anterior à cirurgia;
  • Comunicar ao médico qualquer anormalidade (coceira, irritação, inflamação) na região próxima das pálpebras notadas nos dias próximos ao procedimento;
  • Na data marcada, comparecer à internação na clínica ou hospital com um acompanhante;
  • Levar óculos escuros.

Como é realizada a plástica das pálpebras? 

Na maioria dos casos, a cirurgia é realizada com anestesia local com sedação, para proporcionar maior conforto ao paciente. Porém, há casos em que o cirurgião pode optar pela anestesia geral.

Caso esta segunda alternativa seja solicitada pelo paciente, o médico avaliará possibilidade, necessidade e risco.

Benefícios da plástica das pálpebras

Além de satisfazer o desejo estético de eliminar as imperfeições e rugas da região, a plástica das pálpebras permite:

  • Correção da pseudoptose, queda da pálpebra por excesso de pele;
  • Reparação da ptose palpebral, a queda da pálpebra por enfraquecimento muscular;
  • Remoção das xantelasmas, que são as bolas de colesterol, geralmente localizadas nas pálpebras inferiores;
  • Eliminação do excesso de flacidez da própria pálpebra;
  • Melhoria da autoestima, decorrente da nova aparência mais jovial.

Cuidados no pós-operatório da plástica das pálpebras

O período pós-operatório para a plástica das pálpebras não costuma apresentar maiores complicações, além de inchaço e dores moderadas, que desaparecem em pouco tempo.

Contudo, alguns cuidados, conforme recomendações de especialistas, podem apresentar uma melhor recuperação e resultado, por exemplo.

  • Repouso de no mínimo sete ou oito dias;
  • Higienizar a área com água e sabão neutro;
  • Dormir com travesseiro alto;
  • Utilizar compressas frias várias vezes ao dia para diminuição do inchaço e equimose (manchas roxas);
  • Usar óculos escuros por aproximadamente um mês.
  • Fazer uma alimentação livre, mas balanceada.
  • Realizar, se possível, drenagens linfáticas para evitar as retrações

O que deve evitar após a cirurgia

  • Uso de lentes de contato por 15 dias;
  • Exposição ao sol por no mínimo dois meses;
  • Consumo de cigarros e bebida alcoólica pelo mesmo período; ou seja, 60 dias.
  • Atividades esportivas ou esforço físico exagerado.

A retirada dos pontos deverá ser feita apenas após autorização do médico, para se prevenir o risco de infecções. Não é necessário o uso de curativos oclusivos durante este período.

Resultados da plástica das pálpebras

Os resultados definitivos do procedimento dependem da velocidade de cicatrização e inchaço, que variam de acordo com cada paciente. 

Os efeitos começam a ser notados a partir de 30 dias após o procedimento, mas se tornam mais evidentes depois do amadurecimento das cicatrizes que, de modo geral, ficam escondidas abaixo das linhas ciliares e nos sulcos das pálpebras.

Qualquer situação incômoda notada pelo paciente neste período, como olhos secos, disfunções da pálpebra, inchaço, dor intensa, sangramentos ou visão embaçada deve ser imediatamente comunicada ao médico.

Implante Capilar em São Paulo

.

Dr. Yoshimura – Especialista em cirurgia plástica e transplante capilar

O Dr. Julio Cesar Yoshimura atende em sua clínica, localizada em São Paulo, SP.

O Dr. Yoshimura é especialista em queda de cabelo, cirurgias e tratamentos de problemas capilares.

Marque uma consulta para receber orientações profissionais.

Dr. Julio Cesar Yoshimura

DR. JULIO CESAR YOSHIMURA

Cirurgião Plástico

Com uma carreira médica pautada pela ética, pelo profissionalismo e pelo respeito à saúde e ao bem-estar dos pacientes, o cirurgião plástico Julio César Yoshimura, dirige a clínica que leva seu nome, localizada na cidade São Paulo.

11 3885 8555

TIRE SUAS DÚVIDAS